A história tridimensional de Os Maias

TeatroNem sempre a análise e estudo de uma obra nos deixa sem espaço para adquirirmos mais conhecimento sobre a mesma. Após ter lido Os Maias e visualizado o filme realizado por João Botelho, cujo objetivo foi retratar a história contida nas páginas do livro, consegui preencher lacunas que pensava não existirem, através da visualização de uma peça de teatro que me recontou a apaixonante narrativa, cujo autor é Eça de Queirós.

 Apesar de não ter visto representadas, na peça, situações que estão presentes na obra, como, por exemplo, quando Afonso da Maia se instalou no Ramalhete, em 1875, a breve história de amor de Maria Monforte com Pedro da Maia e o suicídio desta última personagem, aquela foi fiel, de uma forma geral, ao livro. As personagens retratadas no teatro foram poucas, quando comparadas com as presentes na obra. Foram elas Maria Eduarda, Carlos e Afonso da Maia, João da Ega, Dâmaso Salcede, o conde e a condessa de Gouvarinho, Miss Sara, Alencar e Mr. de Guimarães.

Na minha opinião, a interpretação mais bem conseguida foi a de João da Ega. O ator que deu vida à supracitada personagem não se esqueceu do “vidro entalado no olho” e transmitiu as características boémias, exageradas e sarcásticas, próprias de Ega. As expressões faciais e gestuais usadas contribuíram para tornar mais real a personalidade da mesma.

Naquilo que diz respeito aos cenários, bem como ao vestuário e adereços, realço a adequação à época retratada e a versatilidade das roupas. Houve, inclusive, a troca destas últimas ao longo da peça, algo que, para mim, era pouco usual. Quanto à linguagem usada, os atores não mostraram, em momento algum, falhas ou hesitação ao pronunciarem o seu discurso. Usaram expressões consideradas calão; não presentes na obra, todavia, acho que a sua intenção era adequar a linguagem ao auditório.

Em conclusão, quero mencionar que a peça foi proveitosa, uma vez que nos deixou com uma ideia mais vívida da história de Os Maias.

Daniela Figueiredo, 11º3

Anúncios

One thought on “A história tridimensional de Os Maias

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s